Connect with us

ARTIGOS

Magnetismo

Para os membros que atuavam na Revista Espírita, vários elementos precisavam ser esclarecidos. A definição de magnetismo era uma influência recíproca entre os indivíduos, segundo uma harmonia das relações pela vontade, pela imaginação ou pela sensibilidade física. Os principais fenômenos do magnetismo a sonolência, o sonambulismo e um estado convulsivo. O sonambulismo apresentaria como efeito um estado no qual o magnetizado se vê privado do uso dos sentidos e possui uma inteligência e um saber que só existe na crise, possibilitando o conhecimento dos remédios convenientes às doenças. A existência do magnetismo é vista como uma qualidade que gozava de faculdades especiais sem o uso dos sentidos, considerada uma força natural.25 Sonambulismo e mediunidade são considerados efeitos, resultado dos atri-butos da alma e que tem por órgão o perispírito, cuja irradiação transporta a percepção além dos limites da ação dos sentidos materiais. Percebido como um “sexto senti-do” e designado como um “sentido espiritual” era também chamado de sonambúlico ou mediúnico. Sonambulismo e mediunidade são considerados duas variedades da atividade desse “sexto sentido”. O sentido espiritual existe em todos os seres, sendo essas duas faculdades as mais aparentes.26
Essas faculdades estariam sendo reconhecidas por vários profissionais, inclusive pelos próprios médicos, que teriam compartilhado novos princípios de filosofia, como o dr. Chauvet, de Tours, que publicou uma obra da qual não conseguimos mai-ores referências, chamada “Novos princípios de filosofia médica”, que afirmava que a constituição humana resultava de um princípio espiritual, independente, ou alma imortal, um corpo fluídico permanente e um organismo material, dissolúvel, animado durante a vida por um fluído especial. A união do princípio espiritual e do organismo material ocorreria pela combinação do fluido perispiritual e pelo fluído vital, de onde resultaria um fluído misto que irradia em torno do corpo, como o demonstrariam os fenômenos magnéticos, sonambúlicos e outros.27 Assim como na perspectiva médica, a medicação tem que ser apropriada ao mal, o mesmo ocorreria na perspectiva do fluído curador como agente terapêutico, cujas qualidades variam conforme o tempera-mento físico e moral dos indivíduos que o transmitem, não havendo um único curador para todos os males. E muitas das doenças são consideradas por eles como misérias humanas, expiações do presente e do passado, ou provas para o futuro, cujas conseqüências devem ser sofridas até terem sido saldadas. Daí a conclusão de que aquele que deve suportar sua provação até o fim não pode ser curado.(MEDICINA INTUITIVA, HOMEOPATIA E ESPIRITISMO NA REVUE SPIRITE – 1858-1869)

Written By

Click to comment

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Novidades

SUA COLORABORAÇÃO É MUITO IMPORTANTE!

FRATERNIDADE BENEFICENTE ADONAI

Colabore com a Assistência Social ADONAI:

Agencia: 0007-013 Conta : 12950-0

FABIANO BATISTA GOMES (SHADER)

Caixa Econômica Federal

Deus ama quem colabora com amor.

Contato: (61) 9 9263-8746 / 9 8134 – 4186

fabianoshadergomes@hotmail.com

Recent Posts

Connect
Receba nossos Informativos